Conhecer a história

Tudo começou

Há 40 anos

Refúgio da Roca

Um pouco

de nós

Enquadrado entre o triângulo geográfico do Cabo da Roca, ponto mais ocidental do continente europeu, Sintra – Património Mundial e a Costa do Estoril/Cascais, foi na pitoresca Azóia que o Refúgio da Roca começou a sua história em 1973, ano em que o Avô António Gomes e a Avô Ilda Gomes o adquiriram como mercearia e taberna, onde foram servidos os seus primeiros petiscos. Lá dentro, encontramos um espaço acolhedor. No tempo frio, as paredes toscas, o tecto em madeira e a lareira sempre acesa, são a imagem que faz jus ao nome “refúgio”.

Depois do Restaurante Refúgio da Roca, o filho Carlos Gomes, juntamente com a sua esposa Cidália e com os Avós António e Ilda, e sua filha Sónia Gomes, inauguraram na mesma aldeia um Hotel Rural onde se deram os primeiros passos na Organização de Eventos. Mais tarde, e para dar continuidade ao negócio, criou-se a Quinta da Aldeia, um espaço dedicado exclusivamente para eventos e casamentos.

Origem

São sabores únicos

para quem provou

Hoje, depois de 3 gerações, existe apenas o Restaurante gerido pelos Pais Carlos e Cidália e seus filhos, que nos últimos anos assistiu a um grande crescimento muito em parte pelo aumento do turismo, mas também pela constante vontade de inovar e de oferecer aos nossos Clientes a mesma qualidade de sempre.

Dentro das nossas famosas especialidades, e acompanhado por uma óptima garrafeira os nossos Clientes podem encontrar a sopa rica do mar, os robalos grelhados, as lulas na telha, as espetadas de lulas em pau de loureiro penduradas no tecto, o arroz de marisco entre outros.

Reserve uma mesa

Tradição

Somos tradição

nos encontros à mesa